Início Colunistas Bruno César – Como Jaci Tadeu se tornou o pior prefeito da história...

[Análise] – Como Jaci Tadeu se tornou o pior prefeito da história de Itapevi!?

COMPARTILHAR
Anunciantes

Eu me sinto muito a vontade para escrever a minha opinião, como cidadão itapeviense (com orgulho) sobre o governo que Jaci Tadeu administrou em minha cidade por 4 anos. Reconheço que não sou o dono da verdade e respeito aqueles que discordarem de alguns pontos ou de todo o artigo, as pessoas pensam de forma diferente é muito importante respeitar isso.

Faltam poucas horas para o fim de um Governo medíocre, o primeiro comandado pelo Prefeito Jaci Tadeu (PV) e o seu vice-prefeito Flaudio, e é bom lembrar que o pífio governo também teve a influência do vice, pois Jaci não superou (por pouca diferença) o governo de João e de Dalvani Caramez sozinho não.

O governo do qual estamos tratando foi fruto de um projeto fracassado, capitaneado pela ex-prefeita Ruth Banholzer, que foi a responsável por “fabricar“ o personagem do atual Prefeito, tendo como objetivo tão somente a continuação da dinastia de um grupo político, e todos sabemos que um poder perpétuo não é saudável em lugar nenhum deste mundo.

Esse grupo não levou em conta a complexidade que é administrar uma cidade, onde o amadorismo é inadmissível, pois o que está em jogo é muito mais importante do que meros interesses partidários e individuais de políticos narcisistas e gananciosos, que como sugerido por dois secretários da fracassada gestão Jaci Tadeu, “trabalham 30% para o povo e 70% para si”, o amadorismo não permitiu entender que o que estava em jogo era o desenvolvimento de uma cidade, a qualidade de vida de um povo que paga muitos impostos e o futuro de inúmeras gerações que ainda estão por vir.


Domingo às 10h: População é convidada para posse dos novos vereadores e prefeito na Câmara

Valor da tarifa de ônibus em Itapevi será de R$ 4,20 a partir deste sábado (31)


Gastar dinheiro público para coisas sérias não é fácil, e nem deve ser. O Prefeito Jaci Tadeu e sua equipe deveriam ser submetidos a uma série de procedimentos e controles, com a louvável finalidade de evitar desvios ou o mau uso dos recursos públicos, a despesa pública é um ato complexo. Ex: Previsão legal no orçamento, licitações, empenho, cronogramas, liquidações, enfim, há um longo percurso até a destinação final do dinheiro.

Infelizmente não se viu esse zelo pelo recurso público nesta administração e nem o devido controle e fiscalização por parte da Câmara Municipal de Itapevi, que foi outra piada de muito mal gosto digna de um artigo exclusivo.

Seguindo nessa análise, a tendência natural seria que a Prefeitura de Itapevi tivesse em seus quadros de servidores comissionados, profissionais voltados às atividades do cargo, como está especificado no Plano de Cargos Lei 2.237/14, para cumprir a função que deles se esperava. Mas o que se viu nesse período foram pessoas desqualificadas e sem a devida formação escolar, enfim um indício claro de cabide de emprego.

A Prefeitura de Itapevi gastou muito e gastou mal, com contratos de alugueis, locação de veículos (esperamos auditoria nisso e a divulgação das barbáries que hão de ser encontradas), publicidade e cargos comissionados.

É evidente que não se pode esperar de médicos, professores e outros profissionais de áreas específicas (concursados), conhecimento, experiência e desenvoltura, por exemplo, em realizar licitações, sem contar todos os demais procedimentos próprios da complexa operacionalização da despesa pública.

É evidente também que de nada adianta arrecadar mais se, na hora de gastar, os recursos são mal aplicados. Faltou à essa administração o esforço, a energia e a preocupação para gastar onde se deve.

Em exemplo claro da incompetência e da improbidade administrativa, foi que no apagar das luzes desse governo patético, o Ministério Público e a Justiça DETERMINARAM a demissão de servidores comissionados, contratados irregularmente pelo Prefeito Jaci Tadeu.

A saída triunfal de Jaci Tadeu não poderia deixar de ser registrada, a Guarda Municipal sem gasolina para prestar serviços básicos ao cidadão no fim do ano, e um aumento de tarifa de ônibus como presente de despedida, 10,5% de aumento numa cidade onde se permanece muito tempo esperando, para viajar não mais do que 10 minutos na pior frota de ônibus da região oeste, um desrespeito dos executivos da empresa Benfica com os cidadãos desta cidade, endossado por alguns políticos da Prefeitura, da Câmara e da Assembléia Legislativa que há anos transformaram os poderes da cidade em cabarés privado da Benfica.

A receita é simples, basta escolher um vice-prefeito por votos e não por um projeto eficiente e que as pessoas acreditam, tenha uma assessoria medíocre, misture com uma equipe de trabalho incompetente e gananciosa, adicione uma pitada de interesses pessoais na prefeitura e nas secretarias, deixe tudo isso agir por 4 anos permanecendo longe do povo e pronto, você será o pior prefeito de uma cidade.

Tchau querido, e feliz 2017!

COMPARTILHAR
Avatar
Administrador de empresas que atua no mercado financeiro há 14 anos, é fundador do Itapevi realidade, fiscaliza de forma voluntária o poder público de Itapevi há 8 anos, e é o único itapeviense membro da iniciativa Renova Brasil.