Compartilhar
Criação da Controladoria-Geral é promessa de aumento transparência dos órgãos do município. Foto: Internet

A Prefeitura de Itapevi encaminhou à Câmara Municipal, na segunda-feira (06), Projeto de Lei (PL) que cria a Controladoria-Geral do Município, órgão que tem como objetivo aumentar a transparência dos gastos e combater a corrupção nos órgãos públicos da cidade.

“A criação da Controladoria Geral do Município é necessária para melhorar a gestão administrativa, controlar os gastos públicos, aumentar a transparência e combater a corrupção”, diz o prefeito Igor Soares em mensagem encaminhada à Câmara.


Presidente da Sabesp é cobrado pessoalmente por expansão de fornecimento de água

Aniversário de Itapevi: Com prêmios de até R$ 2 mil, cidade terá 1ª Corrida Oficial gratuita


A controladoria será o órgão responsável pela regulamentação e execução de todos os procedimentos do “Programa Tolerância Zero à Corrupção”, criado por meio do decreto 5.200/2017, que tem como objetivo instituir processos administrativos impedindo crimes contra o patrimônio público e a realização de auditoria permanente de acompanhamento de todo e qualquer processo que envolva bens e valores da Prefeitura.

Por meio dele, os servidores que detectarem indícios de irregularidade na administração pública poderão informar o prefeito ou a comissão com sigilo garantido. Além disso, o programa incentiva os servidores públicos da Prefeitura a atuarem como agentes multiplicadores, de modo a fiscalizar a ocorrência de atos de corrupção e combater o desperdício na administração.

Jornalista, administrador de empresas e criador do Itapevi Realidade, o site de notícias mais acessado e de maior credibilidade da cidade.

SEM COMENTÁRIOS