Início Colunistas Bruno César – Itapevi é do Senhor Jesus?

[Opinião] – Itapevi é do Senhor Jesus?

COMPARTILHAR
Anunciantes

Vivemos em uma cidade que anunciou uma dívida de R$ 43 milhões no começo de 2017, temos escolas infantis, entre elas a CEMEB Mario Tomas no Jd. Vitápolis, sendo saqueadas durante os finais de semana e que não contam com o apoio da GCM 24 horas nestes dias em razão de termos um efetivo de guardas insuficiente na cidade.

Também temos prontos-socorros caindo aos pedaços, temos Crianças, Jovens, Adultos e Idosos Itapevienses amargando por horas e mais horas esperando por atendimento emergencial. Em nossa cidade também temos que esperar meses para uma consulta nas Unidades Básicas de Saúde que, em sua maioria, não possuem Ginecologistas, Pediatras e Ortopedistas para atender a população, também temos de esperar meses para realizar exames clínicos básicos, mas ao mesmo tempo, temos uma UPA 24 horas esquecida às margens da rodovia Eng. Renê Benedito da Silva, próximo ao bairro Residencial das Flores, sem funcionários, sem equipamentos, só com as promessas de verbas de emendas parlamentares.

Temos alagamentos monstruosos e diários que destroem o pouco que o nosso povo conseguiu conquistar, em Itapevi temos ruas e estradas sem nome, sem CEP e sem asfalto, falta rede de esgoto e água, só não faltam buracos e poeira, já ouviu falar de Ambuitá?

Também não custa lembrar que temos uma prefeitura que, em dois meses, não fez o que a cidade vizinha, Jandira, fez no primeiro dia do ano: Defender seus cidadãos de uma tarifa de ônibus absurda cobrada pela empresa Benfica, a nossa população não foi digna se quer de uma resposta transparente sobre este tema.

Há quem tem coragem de dizer: “Ainda é cedo!”

A verdade é que é cedo para ter gente dentro da prefeitura discutindo candidatura para Deputado em 2018, você não acha? É cedo para diretor de departamento da prefeitura (ex balançador de bandeira em esquina), contratado com salário de analista, estufar o peito como um pombo e se sentir no direito de ser grosseiro e desleal com os colegas de trabalho, é muito cedo  para pensar em ser candidato a vereador em 2020…

Para quem enfrenta os problemas relatados no início deste artigo não é cedo coisa nenhuma, para quem tem fome, cada segundo conta, e conta muito!

Mas para uma coisa sim, é cedo: É cedo demais para um representante de igreja, e não do povo, apresentar um projeto de lei (PL) querendo usar o dinheiro público da nossa cidade para espalhar placas e monumentos pela cidade, que além de ferir um estado constitucionalmente laico, desrespeita a população que enfrenta sozinha umas centenas de problemas.

O que é prioridade na visão deste vereador e o que ele tem feito para que elas sejam de fato priorizadas? Em que mundo este vereador vive? Quanto esforço foi necessário para alcançar tamanha estupides? Em qual bolha ele permaneceu preso até cair dentro da Câmara Municipal de Itapevi? Até Cristo se envergonharia de uma ideia como esta nas atuais circunstâncias.

Se o vereador Denis quisesse mesmo “honrar ao filho de Deus”, como justificou no seu PL brilhantemente estúpida, ele usaria o seu tempo na Câmara Municipal para apresentar propostas úteis e que contribuam para mudar a realidade descrita no começo deste artigo.

Talvez seja um bom momento para demonstrar humildade e bom senso, vir a público e se desculpar perante a ofendida população de Itapevi, retirar esta PL vergonhosa da nossa casa de leis, conhecer que de fato este foi um erro, que esta não é uma prioridade para a cidade e que no lugar de monumentos e placas, o nosso povo precisa mesmo é de solução para os seus problemas, respeito às suas dificuldades e de gente competente e comprometida para trabalhar e melhorar a vida do povo.

COMPARTILHAR
Avatar
Administrador de empresas que atua no mercado financeiro há 14 anos, é fundador do Itapevi realidade, fiscaliza de forma voluntária o poder público de Itapevi há 8 anos, e é o único itapeviense membro da iniciativa Renova Brasil.