Início Destaques Após convite de ministro, Bruna Furlan vota a favor de Michel Temer

Após convite de ministro, Bruna Furlan vota a favor de Michel Temer

COMPARTILHAR
Deputada Bruna Furlan posa entre o presidente Michel Temer e seu pai Rubens Furlan.
Anunciantes

A deputada federal Bruna Furlan (PSDB) participou da sessão da câmara dos deputados que votou sobre a abertura de investigação da 2º denúncia feita pela Procuradoria Geral da República (PFG) contra o presidente Michel Temer que foi acusado de cometer os crimes de organização criminosa e obstrução de justiça.

A deputada, que representa a eleitores da região oeste de São Paulo, cidades como Itapevi, Barueri, Jandira, Carapicuíba, Osasco e Santana de Parnaíba votou a favor do arquivamento da denúncia, favorecendo o presidente Michel Temer.


Leia também:

Câmara solicita audiência pública apenas aos finais de semana em Itapevi

Descubra como você pode contribuir para melhorar a Mobilidade Urbana de Itapevi

Após convite de ministro, Bruna Furlan vota a favor de Michel Temer


No momento em que pronunciou seu voto, a deputada que aparentava estar constrangida falou por apenas 2 segundos, evitou a palavra SIM, e disse apenas a frase “Presidente Rodrigo, eu voto com o relator”.

Apoio em 2018 pode ser contrapartida

De acordo com a colunista do Estadão Andreza Matais, a deputada foi convidada pelo Ministro Marcos Pereira, bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e dirigente do Partido Republicano Brasileiro (PRB) a concorrer no próximo ano por uma vaga de senadora pelo partido.

Repercussão negativa e críticas na Internet

O voto favorável ao presidente Michel Temer, dado pela deputada foi bastante negativo, eleitores se disseram desapontados com as a posição da deputada, em meio a críticas ao seu voto, Bruna Furlan chegou a ser chamada de “maconheira do Alphaville” por um usuário do twitter.

Até a publicação desta matéria a deputada ou sua assessoria não haviam se manifestado.

Veja abaixo publicações feitas no Twitter sobre o caso.