COMPARTILHAR
Anunciantes

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


A senhora Vera Lúcia e seus irmão, moradores do bairro Vila Gióia em Itapevi enterraram a mãe deles, de 62 anos, na última semana no cemitério municipal da cidade e foram surpreendidos no momento do enterro.

Após estranharem a profundidade da cova onde o corpo da idosa seria enterrado, que tinha aproximadamente 4 metros, a família questionou ao coveiro o motivo daquela profundidade e foram informados que além do corpo da mãe deles, outros dois corpos que ainda estavam sendo velados, também seriam enterrados ali.

Já debilitada e surpreendida, a Família recebeu a informação com muita indignação, uma vez que consideram que se houvessem sido informados, poderiam avaliar a possibilidade de escolher um outro lugar, o momento foi registrado por eles em vídeo e divulgado nas redes sociais.


Leia também

Cracolândia de Carapicuíba é destaque na TV Globo

Funcionário do Habib’s tem braço triturado em máquina de moer carne


Nos vídeos os familiares também aparecem reclamando dos diversos túmulos que estavam abertos e que estavam com bastante água.

Além de indignados, eu e meus irmãos nos sentimos impotentes, foi uma grande humilhação que nós passamos, até os amigos da minha mãe ficaram indignados com tudo aquilo, já estávamos sofrendo muito e a situação ficou ainda pior“, afirmou a filha Vera Lúcia.

Após o enterro, as coroas e vasos de flores comprados pelos familiares e amigos da família não puderam ser colocados sobre o túmulo, segundo eles, os coveiros se comprometeram a colocar sobre o túmulo após os outros corpos serem enterrados.

Um outro vídeo divulgado nas redes sociais revela o momento em que os familiares chegam na administração do cemitério municipal e, indignados, reclamaram das condições do enterro e também por não terem sido informados previamente sobre as condições em que o sepultamento da idosa seria realizado.

Os familiares afirmam que em razão do ocorrido entrarão com um processo contra prefeitura da cidade.

O que diz a prefeitura da cidade

A Prefeitura de Itapevi foi procurada pelo Itapevi Realidade para falar sobre o caso, por telefone, a prefeitura reconheceu naquelas covas são enterrados 3 corpos, segundo ela, este é um procedimento adotado pela atual administração há mais de um ano por falta de espaço no atual cemitério municipal, no entanto, ela também afirma que em exumações de corpos enterrados no passado, já foram encontrados de 4 a 5 corpos em cada túmulo.

Segundo a prefeitura, os funcionários do cemitério municipal seriam orientados a informar o procedimento de enterro préviamente aos familiares para evitar que o problema volte a ocorrer.

Novo cemitério vai custar R$ 4 Milhões

A prefeitura da cidade também informou que uma empresa foi contratada e já está elaborando um projeto para a construção de um novo cemitério na região da COHAB da cidade, segundo ela, o local escolhido abrigou, até pouco tempo, o pátio de veículos do município, a área pertence a COHAB e uma concessão foi liberada para a prefeitura.

Após a entrega do projeto pela empresa contratada, que deve acontecer ainda no mês de Julho, um edital para a licitação da obra será elaborado, segundo a prefeitura a obra deve custar R$ 4 milhões e afirma já possui o valor em caixa.

COMPARTILHAR
Jornalista, administrador de empresas e criador do Itapevi Realidade, o site de notícias mais acessado e de maior credibilidade da cidade.