Início Destaques 3º motorista de aplicativo é morto em menos de uma semana na...

3º motorista de aplicativo é morto em menos de uma semana na Grande SP

Condutor foi enforcado com cinto de segurança em Itaquaquecetuba; no domingo, houve ocorrências na capital e em Diadema

COMPARTILHAR
Anunciantes

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


Mais um motorista de aplicativo foi assassinado em uma tentativa de assalto enquanto trabalhava na Grande São Paulo. No terceiro caso em menos de uma semana, Elvis Souza Leite, de 41 anos, foi enforcado com um cinto de segurança na noite desta quarta-feira, 18, em Itaquaquecetuba.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, policiais militares faziam patrulhamento no Jardim do Carmo, quando desconfiaram de dois homens parados ao lado de um carro na Rua Valparaíso. Ao notarem a aproximação da viatura, ambos fugiram.

No veículo, a PM encontrou um adolescente de 16 anos no banco do motorista e Leite com marcas de asfixia no banco de trás, com poucos sinais vitais. Os agentes acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a vítima morreu no local.

O menor foi apreendido e confessou que ele e os outros dois suspeitos pediram um carro através de um aplicativo e que durante o trajeto anunciaram o roubo.

A perícia foi enviada ao local. O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) e ato infracional por latrocínio na Delegacia Central de Itaquaquecetuba e encaminhado para o Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes, que investiga o caso.

Outros assassinatos

No domingo, 15, dois motoristas de aplicativo foram mortos.

De manhã, na Pedreira, zona sul da capital, Marco Aurélio Roncoli Filho, de 30 anos, foi assassinado durante uma tentativa de assalto por dois homens em uma motocicleta. A vítima foi alvejada na cabeça.

Segundo a SSP, ao chegar ao local do crime, a PM encontrou um Chevrolet Onix preto que havia colidido entre um muro e um poste de iluminação.

Imagens de câmeras de segurança registraram o crime, por volta das 6 horas, na Rua Alice dos Santos Peixe. No vídeo, é possível ver que Roncoli Filho tentou acelerar o carro. O veículo arrancou desgovernado e só parou após a batida.

Os motociclistas fugiram sem levar nenhum pertence do motorista. O caso foi registrado como tentativa de roubo e comunicação de óbito no 98º Distrito Policial (Jardim Miriam).

Já à noite, a motorista Adriana Márcia de Almeida, de 46 anos, foi morta quando buscava duas passageiras que saíam de um baile funk, em Diadema, no ABC paulista.

O crime aconteceu por volta das 23 horas, na Avenida Fundibem, no Jardim Casa Grande. Adriana tentou acelerar o carro para fugir da abordagem criminosa, mas foi atingida com um tiro no pescoço.

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores com Aplicativos de Transportes Terrestres Intermunicipal do Estado de São Paulo (STATTESP) lamentou as mortes e pediu o fim da violência contra os profissionais. O STATTESP afirmou que procurou as principais empresas de aplicativo de transporte para apresentar reivindicações na área de segurança.

“O sindicato tem propostas concretas e queremos ser ouvidos”, disse.

COMPARTILHAR
Avatar
Jornalismo independente e critico, o site de notícias com a maior credibilidade e audiência de Itapevi!