COMPARTILHAR

Está circulando nas redes sociais áudios afirmando uma suposta saída do Prefeito Igor Soares (PODEMOS) da Prefeitura de Itapevi.

Em um dos áudios uma mulher afirma que o Prefeito da cidade  estaria sendo alvo de investigação pelo Ministério Publico por desvios de recursos públicos, de acordo com o áudio, os recursos  foram obtidos por meio do superfaturamento de duas importantes obras realizadas no município, o parque da cidade e a escola do futuro.

Ainda segundo o áudio, Igor teria se afastado há tempos para que não fosse preso e a parceria entre o município e a empresa Google nas escolas do futuro teria chegado ao fim por falta de repasses.

O Itapevi Realidade entrou em contato com a prefeitura da cidade para confirmar as informação, em nota, o órgão refutou todas as acusações e as classificou como fake news.

A prefeitura da cidade informou que a parceria entre o município e a empresa Google não sofreram qualquer alteração e nela não há repasses de verba, mas apenas a liberação de uso da plataforma Google For Education para utilização dos alunos da rede municipal de ensino integral.

A nota também informa que o único afastamento do prefeito aconteceu no mês de Julho para que ele pudesse cuidar da saúde, mas que ele já está de volta a frente da prefeitura, segundo a nota, não há qualquer processo em transitado e julgado contra o prefeito da cidade.

Confira abaixo a íntegra da Nota Oficial

NOTA À IMPRENSA

É fake news áudio que circula em grupos de WhatsApp sobre saída do Igor Soares da Prefeitura de Itapevi. O prefeito se afastou do cargo no período de 5 a 19 de julho para tratar de questões particulares de saúde.

Passado o período, imediatamente Igor retomou às atividades, tanto que já esteve no Palácio dos Bandeirantes para assinar convênio para instalação da Praça da Cidadania, que será no Parque Wey, entregou carro zero quilômetro e outros prêmios do Programa IPTU Premiado, vistoriou obras na cidade, se reuniu com vice-governador para tratar de novos investimentos no município, dentre outras agendas de grande importância para dar encaminhamento ao desenvolvimento do município.

Não há superfaturamento de obras e nem fraudes em licitações. Sobre a Google, sequer há repasses de recursos da empresa ao município, nem da Prefeitura à empresa; a parceria consiste na liberação da plataforma Google For Education para ser utilizada pelos alunos da rede municipal de ensino integral.

Por fim, as acusações pessoais também são inverídicas e não há nenhum processo em transitado e julgado contra o prefeito Igor Soares.

Atualização: 5 de agosto de 2021, às 12h10