Foto: Divulgação

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


O comerciante Luiz, suspeito de ter assassinado o adolescente de 13 anos, Yuri, em Itapevi, se entregou na noite desta segunda-feira (22) na delegacia de polícia de Registro no interior de São Paulo.

As informações obtidas pelo Itapevi Realidade relatam que o homem de 29 anos deve ser conduzido para a delegacia de Itapevi pela polícia, segundo fontes, ele era vizinho da família do garoto e seus antecedentes criminais revelam que ele já foi indiciado por ter praticado abuso sexual contra a irmã e o irmão.


Leia também:

Empresa contratada na gestão Jaci Tadeu recebeu, mas não terminou de construir sepulturas no cemitério de Itapevi

Igor se diz “constrangido” ao ser questionado sobre cemitério de Itapevi

Filhos só descobrem que mãe seria enterrada com outros dois corpos na hora do enterro


Quando Luiz era considerado foragido pela polícia, o delegado responsável pelo caso, Aloysio Ribeiro Neto, afirmou, durante uma entrevista ao apresentador Datena, que o caso já estava bem adiantado e que faltavam poucas pessoas para serem ouvidas, eles já tinham praticamente certeza quanto a autoria do crime, faltava apenas a prisão do autor.

Caso Yuri

O desaparecimento do garoto foi divulgado pelo Itapevi Realidade a pedido da Família e teve grande repercussão, o caso também foi divulgado em programas de TV como Cidade Alerta e por páginas nas redes sociais.

Segundo relatos, Yuri teria desaparecido na última terça-feira depois de sair para empinar pipa com amigos, ele teria sido visto pela última vez na estação Itapevi da CPTM.

O corpo de Yuri foi encontrado em uma região de difícil acesso, um tio do garoto foi reconhecido pelo tio no local onde foi encontrado pela polícia.