Estado de SP registra aumento de 37% de estupros em abril, diz SSP
Foto: Reprodução

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


Os registros de casos de estupro cresceram cerca de 38% no estado de São Paulo em abril de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (25) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Em abril de 2020, foram registradas 661 ocorrências contra 915 em abril deste ano.

Entre os crimes violentos, a quantidade de latrocínios, o roubo seguido de morte, também aumentou – em abril de 2020 foram 12 boletins de ocorrência registrados no estado e em abril deste ano, 13.

Segundo o levantamento, o número de casos e vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) teve uma redução de 18,9% em abril – foram 228 ocorrências. Em 2020, o estado registrou 272 no mesmo período.

O número registrado em abril deste ano foi o menor registrado na série histórica iniciada em 2001.

Pela primeira vez na série histórica, no período, não foram registradas ocorrências de roubo a banco. Também não foram registradas extorsões mediante sequestro em São Paulo; em abril de 2020, foram dois boletins dessa natureza.

O levantamento mostra que o número de furtos em geral subiu de 20.797 em abril de 2020 para 32.479 neste ano. Já a ocorrência de roubos de veículos foi de 3.946 para 5.982. No período, também houve 99 ocorrências a mais de roubos de cargas, 2.254 a mais de roubos em geral e 120 a mais de roubos de veículos.

Ocorrências na capital

A capital de São Paulo registrou as menores taxas de casos e vítimas de homicídios desde 2001 e pela primeira vez em 20 anos, a cidade de São Paulo não registrou ocorrências de roubo a banco em abril.

Ocorrências de furtos em geral cresceram de 7.568 para 11.903 e de veículos, de 1.541 para 2.684.

Abril de 2021 teve quatro registros de latrocínios; no mesmo período do ano passado não foram registradas ocorrências desse tipo de crime. Quanto a estupros, foram 56 ocorrências a mais em abril deste ano, na capital um aumento de 43,75%.

Fonte G1


Leia mais: