Clique aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente.


A prefeitura de Itapevi se manifestou, na tarde desta sexta-feira (25), a respeito do caso do vídeo que mostra um guarda municipal empurrando um morador que aguardava atendimento médico no Pronto Socorro Central de Itapevi.

O caso aconteceu na madrugada de quinta-feira (24) e foi revelado nas redes sociais, o vídeo foi amplamente compartilhado, as imagens revelam o meio de uma discussão e mostram apenas o momento em que o GCM empurra o homem, que de acordo com testemunhas que estavam no local, aguardava por atendimento.

Além de lamentar ocorrido, a prefeitura ressalta que a conduta do guarda municipal não representa a corporação, que atualmente conta com mais de 250 profissionais.

Investigação e Guarda fora das ruas

A prefeitura também informou que um boletim de ocorrência interno foi aberto na GCM e a averiguação do ato está em andamento. O Guarda Municipal foi encaminhado para serviços administrativos internos até a conclusão da averiguação.

Confira a seguir a íntegra da mensagem da prefeitura

A Prefeitura de Itapevi lamenta o ocorrido isolado de um guarda municipal da corporação que conta com mais de 250 profissionais.

Um boletim de Ocorrência interno foi aberto na Corporação e a averiguação do ato está em andamento. O Guarda Municipal foi encaminhado para serviços administrativos internos até a conclusão da averiguação.