Foto: Reprodução

O Governador João Doria anunciou hoje (9) a abertura de 165 mil vagas em cursos de qualificação gratuitos para mulheres dentro dos programas Bolsa Empreendedor e Empreenda Mulher, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

“Hoje nós temos que incentivar e motivar o maior número possível de oportunidades de emprego, de treinamento e de qualificação de mão de obra para garantir a empregabilidade em São Paulo, que foi o estado que mais gerou empregos desde 2019. Foram 2,5 milhões de empregos gerados”, disse Doria.

O Governo do Estado destinou R$ 125 milhões para o Bolsa Empreendedor, com 130 mil vagas, com prioridade para mulheres, para apoiar autônomos, impulsionar novos empreendimentos e incentivar a retomada de pequenos negócios. Todos os moradores do estado de São Paulo, maiores de 18 anos, alfabetizados e que estão atualmente desempregados ou são MEI podem se inscrever no portal do Bolsa do Povo (www.bolsadopovo.sp.gov.br) ao longo dos próximos meses.

O benefício concedido será de R$ 1 mil pagos em duas parcelas de R$ 500. Para ter acesso ao programa, os autônomos devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, com frequência mínima de 75%. Todos também devem obter formalização como MEI (Microempreendedor Individual) ou outra natureza jurídica.

A primeira turma do curso de qualificação será iniciada em abril e, no total, serão seis turmas ao longo do ano, até o mês de outubro. Em caso de dúvidas, o cidadão pode entrar em contato na Central de Atendimento: 0800 7979 800 (segunda a sexta, das 8h às 18h. O atendimento eletrônico é 24h) ou (11) 98714-2645 – WhatsApp (atendimento eletrônico 24h).

“Nós tivemos um aumento do empreendedorismo feminino quase duas vezes a mais do que o do masculino, e tipicamente um empreendedorismo por necessidade. Então, para acolher tanto essas mulheres, quanto essas pessoas que hoje estão negativadas, não conseguem tocar o seu negócio, nós estamos investindo aqui no total mais de R$ 300 milhões, em uma iniciativa adicional, que vai cobrir 170 mil mulheres com apoio financeiro e capacitação”, comentou Patricia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Empreenda Mulher

Para apoiar as empreendedoras, a linha Empreenda Mulher do Banco do Povo conta com 40 mil vagas e está disponível com condições especiais. Para ter acesso ao microcrédito, será necessário concluir um dos cursos disponibilizados pelo programa e posteriormente solicitar o crédito da linha especial do banco.

A primeira opção de crédito é para as empreendedoras informais, com limite de até R$ 15 mil, taxa de juros de 0,8% ao mês, carência de 90 a 120 dias e amortização de 18 a 36 meses. Já a segunda linha é para empreendedoras MEI (Microeemprendedor Individual), ME (Micro Empresa), EPP (Empresa de Pequeno Porte), LTDA (sociedade limitada) e Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), o limite de microcrédito é de até R$ 21 mil, com taxa de juros de 0,35% a 0,55%, carência também de 120 a 150 dias e amortização de 36 a 48 meses. E a terceira é voltada para produtoras rurais com CNPJ, taxa de juros de 0,35% a 0,55% ao mês, limite de crédito de até R$ 21 mil, carência de 120 a 150 dias e amortização de 36 a 48 meses.

Os cursos são realizados em parceria com o Sebrae-SP, as Secretarias da Justiça e Cidadania, do Desenvolvimento Social e de Direitos da Pessoa com Deficiência. Os cursos serão realizados nos formatos online e presencial. No total, são 40 mil vagas. Os cursos são de Formalização, Marketing digital, Educação Financeira, Desenvolvimento Pessoal, Organize Seu Negócio, Sua Empresa Em Alta Performance e PF – Pessoa Física.