Jovem testa positivo para Covid após polícia flagrar festa clandestina em Carapicuíba, na Grande SP
Foto: Reprodução

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


Jovens que foram flagrados em uma festa clandestina com mais de 50 pessoas em Carapicuíba, na Grande São Paulo, tiveram que passar por teste de Covid-19 em uma unidade móvel da Secretaria da Saúde após a chegada da polícia.

Um rapaz, que mora com os pais, teve resultado positivo para o coronavírus nos dois exames realizados.

Médicos alertam que uma única pessoa infectada, sem máscara, em local fechado, pode transmitir o vírus para dezenas de outras.

“Tudo errado. A maioria das pessoas aqui encontradas sem máscaras e aglomeração total com descuido. É uma irresponsabilidade em um momento desse de pandemia, as pessoas fazendo essa aglomeração e colocando em risco os familiares, os amigos e fazendo com que essa doença continue proliferando no nosso país”, afirmou o secretário municipal de Segurança Pública, Alexandre Rodrigues.

As festas e aglomerações estão proibidas pelo Plano São Paulo, que regula a quarentena no estado. Mas toda semana pessoas são flagradas se reunindo clandestinamente nas baladas.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, houve cerca de 5.000 autuações de combate a aglomerações em todo o estado desde fevereiro.

Para Vitor Mori, pesquisador e membro do Observatório Covid-19, é difícil estimar um número exato de quantos podem ser infectados por uma única pessoa em ambiente fechado. Mas a quantidade pode chegar a dezenas.

“Existem eventos de superespalhamento descritos em literatura onde mais de 20, 30, 40 pessoas se infectaram ao mesmo tempo. Uma pessoa passou o vírus para mais de 20, 30 e até 40 pessoas, então é uma situação de risco muito alta”, afirma.

A falta de cuidados contribui para a contaminação e acaba lotando os hospitais. Pelo menos sete unidades da rede municipal na capital estão com a capacidade de leitos de UTI acima de 80%, o que é considerado crítico pelos especialistas.


Click e confira as vagas de empregos disponíveis: