Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


A Justiça do Distrito Federal determinou na última sexta-feira (31), que a mãe das quatro crianças espancadas pelos tios após pedirem comida, em Planaltina de Goiás,no Entorno, cumpra prisão domiciliar. A mulher, de 26 anos, estava presa desde fevereiro por tráfico de drogas e os filhos haviam ficado com uma irmã dela, de 17 anos, e o namorado da jovem, de 19 anos.
A decisão foi da juíza Lea Martins Sales Ciarlini. O pedido de converter a prisão preventiva em domiciliar foi apresentado pelo Ministério Público na semana passada, depois que uma das crianças, de 6 anos, morreu e as outras três foram encontradas sujas, sem comida e trancadas na casa dos tios, sozinhas.
Nesta segunda-feira (3), a mãe das crianças visitou os dois filhos, de 9 anos e de 1 ano e 8 meses que estão em um abrigo, em Planaltina de Goiás. Segundo a polícia, ela ficou com eles durante 10 minutos.
A menina de três anos, que estava mais ferida, permanece internada no Hospital da Criança de Brasília. A menina de 6 anos foi enterrada no fim de semana em Planaltina, no DF. O pai das crianças permanece preso.

 

Fonte: G1