A Guarda Civil Municipal de Itapevi (GCM) divulgou nesta semana o relatório de veículos recolhidos na cidade. Desde o dia 2 de fevereiro, quando começou ação, até o dia 10 do mesmo mês, foram notificados 67 veículos – dos quais 13 foram recolhidos. Os automóveis são encaminhados ao Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) e o proprietário arca com os custos do guincho e da diária no pátio do departamento.

As vistorias começaram nos bairros Parque Wey, Jardim Rainha e São Carlos e continuarão pela cidade de modo permanente. O recolhimento é uma ação de saúde pública, já que muitos veículos servem como criadouro do mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Além disso, a iniciativa impede que os veículos abandonados se transformem em focos de criminalidade. “Há lugares que servem como esconderijo e venda de pontos de droga. Este é outro problema. Nosso objetivo é também fazer o trabalho próximo às escolas para evitar o tráfico e aliciamento de crianças e jovens”, explica o inspetor da Guarda, Eduardo dos Santos, responsável pelos trabalhos de fiscalização e notificação.


Um recém-eleito pedindo “mesada”? Que bonito…!!!

Muralista Kobra fará em Itapevi, o maior mural grafitado do mundo

Prefeito Igor lança aplicativo “Xô Aedes” e anuncia compra de drone


A GCM é responsável por notificar o proprietário do veículo informando o local, a data e o horário e que, se o veículo não for removido em um prazo de 48 horas, o carro pode ser recolhido pelas autoridades. “A notificação é colocada no painel do carro quando o dono não é localizado”, explica o inspetor. “Transcorrido o prazo, fazemos o recolhimento do automóvel”, diz.

Para liberar o veículo, o proprietário deve ir ao pátio e apresentar documentação regularizada e licenciamento, além do pagamento do guincho e diária. “Nosso objetivo é que os condutores sejam responsáveis pelos cuidados com seus veículos, de modo que não prejudiquem o meio ambiente e a saúde da população em geral”, afirma o inspetor.

Para denunciar veículos em condições de abandono, basta ligar para o telefone 199 ou 153 da Guarda. O Demutran também recebe denúncias pelo telefone 4774-4206.