COMPARTILHAR
Black Friday 2021: Procon-SP dá dicas de como não cair em golpes
Foto: Reprodução/Procon-SP

Dicas para compras na Black Friday

O Procon-SP orienta que nos próximos dias o consumidor já comece a monitorar os preços, pesquisando em mais de um local e fazendo prints das telas com os valores ofertados. Deste modo, é possível avaliar se o valor é de fato promocional.

No caso de compras online, o consumidor deve ficar atento se o site informa seus dados, como endereço físico, telefone, e-mail, CNPJ e nome da empresa. E antes de realizar a compra, recomenda-se consultar previamente a lista de sites não recomendados pelo Procon-SP

Ao realizar a compra, é indicado salvar os documentos referentes ao pedido, que podem ser necessários em caso de problemas.

Outra medida importante é evitar as compras por impulso; consultar o orçamento e avaliar se a compra não irá comprometê-lo ajuda a evitar problemas.

 

Reclamações

Na edição do ano passado, foram registrados no Procon-SP mais de dois mil atendimentos relacionados à Black Friday – 1.912 reclamações de consumidores que enfrentaram problemas com as compras e 542 consultas e orientações sobre o assunto.

As principais queixas relatadas foram: atraso ou não entrega; pedido cancelado após a finalização da compra; maquiagem de desconto (situação em que o desconto oferecido sobre o preço do produto/serviço não é real); produto/serviço indisponível; mudança de preço ao finalizar a compra; produto/serviço entregue diferente do pedido, incompleto ou danificado

“O Procon-SP deseja que a data seja um sucesso para todos. Aos consumidores, compras feitas de modo consciente e aos fornecedores, boas vendas. As empresas já sabem o que devem fazer e quais são suas obrigações, esperamos que tudo corra bem, mas estaremos atentos aos casos de desrespeito ao consumidor”, afirma o diretor executivo do órgão de defesa.

Fonte Procon-SP