COMPARTILHAR
Cachorro morto por segurança do Carrefour ganha monumento em Osasco
Foto: Reprodução

O cachorro Manchinha, que foi morto, após ser envenenado e espancado por um funcionário de uma loja da rede do supermercado Carrefour, em Osasco, em dezembro de 2018, ganhou um monumento em sua homenagem na cidade neste domingo (28).

+Formiga se despede da seleção brasileira após 26 anos de carreira

A imagem foi inaugurada no Pet Parque e idealizada pelo Instituto Manchinha, que acompanhou o caso desde o início.

Pelas redes sociais, o instituto ressaltou que a imagem é uma forma de dar continuidade ao legado do animal, que abriu portas para a discussão sobre os direitos dos animais. Além da homenagem, a organização não governamental também arrecadou pacotes de ração para cães e gatos, que serão doados para ONGs protetoras independentes.

Caso Manchinha

Manchinha era um cachorro abandonado e dócil que perambulava pelo Carrefour de Osasco e recebia alimentos e afagos de clientes e funcionários.

+Governo de São Paulo anuncia a flexibilização do uso de máscaras ao ar livre

+Empresa de helicópteros é inaugurada em Itapevi

Em dezembro de 2018, a Polícia Civil concluiu o inquérito do caso e responsabilizou o então segurança do Carrefour de Osasco pela agressão que resultou na hemorragia e, consequentemente, na morte do cão. Ele respondeu em liberdade pelo crime de abuso e maus-tratos a animais.

Fonte G1