Município ganha mais de R$ 1 milhão em verbas para aplicar em projetos e ações. Foto: Secom PMI

Nesta segunda-feira (15), a Prefeitura de Itapevi recebeu um cheque administrativo da Câmara Municipal devolvendo aos cofres públicos do município R$ 1.042.588,17, referente ao repasse do duodécimo no ano de 2017. A cerimônia de entrega aconteceu na Casa Legislativa da cidade, no bairro Vila Nova Itapevi.

O cheque foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal, Anderson Cavanha (Bruxão do Táxi), diretamente ao prefeito de Itapevi, Igor Soares. O evento contou com a presença de secretários municipais e vereadores.

O duodécimo é a quantia que a Prefeitura repassa à Câmara para bancar os custos como folha de pagamento e manutenção. O montante devolvido será empenhado na compra de equipamentos para o CIS (Centro Integrado de Saúde).


Leia também:

Itapevi ganha Feira Noturna a partir de quinta-feira, dia 25 de janeiro

Programa de isenção fiscal espera atrair empresas e aumentar vagas em Itapevi

Itapevi terá mudanças em vias do Centro e Jardim Vitápolis


Em janeiro do ano passado, o valor devolvido do duodécimo de 2016 foi de R$ 146.859,37. O dinheiro foi usado pela Secretaria de Saúde de Itapevi para adquirir novos aparelhos de ar-condicionado para o Pronto Socorro Central. Neste ano, com mais R$ 1 milhão devolvido pela Câmara, o repasse foi 709,92% superior ao ano passado, que foi de apenas R$ 146 mil.

“Queremos utilizar este dinheiro para aparelhar o futuro CIS e atender aos anseios da população. A medida beneficiará os pacientes, diminuindo as filas de espera por exames e realização de consultas na cidade”, afirmou o prefeito Igor Soares. Segundo ele, Itapevi já conseguiu R$ 2 milhões em emendas parlamentares para a aquisição de equipamentos para o novo centro.

De acordo com o presidente da Câmara, Anderson Cavanha, a economia do duodécimo foi possível devido à revisão de contratos pelo legislativo municipal, diminuição dos valores pagos em contas de água e luz, bem como a otimização dos recursos na aquisição de materiais de escritório. “Este dinheiro devolvido é fruto de uma gestão austera e do comprometimento dos vereadores com o cidadão, que deseja a aplicação dos recursos em áreas como a educação, saúde e obras de infraestrutura”, explicou.

Como funcionará

O Centro Integrado de Saúde irá funcionar no lugar da UPA do Jardim Santa Rita e será dedicado a consultas com médicos especialistas – serão mais de 30 especialidades, segundo o prefeito. Quando estiverem funcionando, o CIS disponibilizará para seus pacientes veículos que farão o transporte até o equipamento gratuitamente, saindo hora em hora do Terminal de Ônibus na região central da cidade.

Além disso, as especialidades médicas que hoje funcionam na UBS do Jardim Rainha deverão ser transferidas para o CIS de modo a desafogar o atendimento médico e acelerar a realização de consultas.