Vereadora recebeu prêmio de Vereadora mais atuante do Instituto Tiradentes. Foto: Instituto Tiradentes

Envie um “OI” para o nosso whatsApp 9 6965-8033, você receberá notícias em celular gratuitamente.


A vereadora de Itapevi, Camila Godói (PSB), recebeu o prêmio de Vereadora mais atuante de Itapevi no mês de Setembro de 2017, a honraria foi concedida à vereadora pelo Instituto Tiradentes, de acordo com informações divulgadas pelo site Itapevi Notícia (veja) e pela edição 1310 do Jornal Página Zero, Camila Godói foi indicada ao prêmio após pesquisa telefônica realizadas pelo instituto entre eleitores da cidade, as informações foram confirmadas pela vereadora em vídeos publicados em sua página no facebook e também em um Boletim de Prestação de Contas distribuído pela vereadora no último mês.

Matéria do Jornal Página Zero destaca prêmio recebido por vereadora de Itapevi.

Uma investigação do programa Fantástico da Rede Globo, revelou neste domingo (5), que a empresa União Brasileira de Divulgação (UBD) e o Instituto Tiradentes, que premiou Camila Godói (PSD) como a Vereadora mais atuante, vendem diplomas e medalhas de melhor atuação para prefeitos, vereadores e secretários municipais de todo o Brasil, de acordo com a reportagem, a premiação acontece em hotéis de diversas cidades do país, no caso de Camila Godói, a entrega do prêmio aconteceu no dia 15/09/2017 no Hotel Century Paulista, localizado no bairro Paraíso em São Paulo.

De acordo com a reportagem do Fantástico, as empresas não realizam nenhum tipo de checagem e concedem o prêmio mediante pagamento, empresas como o Instituo Tiradentes chegam a conseguir lucrar R$ 50 mil em cada evento, chamado por eles de Seminários, onde os políticos recebem medalhas e certificados de Legislador mais atuante ou Prefeito mais atuante, a reportagem também afirma que políticos pagam até R$ 1.840 reais para participar das premiações. e muitos chegam a pagar diárias de hotel e as inscrições para os “seminários” com dinheiro das Câmaras Municipais e Prefeituras.

Jumento foi “eleito” prefeito Nota 10. Fonte: Reprodução

A reportagem conseguiu provar que não há critérios para a nomeação de melhor gestores ou legisladores depois de pagar para que uma das empresas citadas emitisse o certificado de melhor prefeito em nome de um prefeito chamado Precioso, apenas no momento da entrega do prêmio ficou-se sabendo que na verdade, preciso era o nome de um um jumento. Clique aqui para assistir a reportagem do Fantástico.

Questionada pelo Itapevi Realidade, a Câmara Municipal de Itapevi informou que “nunca foi procurada oficialmente pelo Instituto Tiradentes” e que qualquer “tratativa, se é que ocorreu, deve ter sido diretamente com os gabinetes dos vereadores”.

O que diz Camila Godói?

O Itapevi realidade também procurou a vereadora Camila Godói para se manifestar a respeito do prêmio recebido por ela, em conversa por telefone, a vereadora confirmou ter sido procurada pelo Instituto Tiradentes em 2017, de acordo com ela, o Instituto enviou o resultado de uma pesquisa de Vereadora mais atuante do município feita por telefone para o seu gabinete, segundo ela isso também aconteceu em 2016, porém, só aceitou o convite para participar do seminário promovido pelo Instituto em 2017.

A vereadora negou ter pago para receber o prêmio de vereadora mais atuante da cidade e afirmou que pagou com seu próprio dinheiro para participar de 3 dias de palestras sobre diversos temas no Hotel Century Paulista, onde recebeu o prêmio.

Na ocasião não haviam informações que desabonassem o Instituto Tiradentes, se houvesse algo naquela época realmente eu não teria aceito o convite para receber o prêmio, tenho um trabalho relevante na cidade e não precisaria pagar para obter qualquer tipo de exposição”.

A vereadora descarta erro de sua assessoria e afirmou ter se sentido atraída em participar do evento em razão das  palestras que foram oferecidas.