COMPARTILHAR
Autoridades portuárias espanholas investiga os responsáveis pelas drogas no contêinerFoto: Reprodução

As forças de segurança espanholas apreenderam 450 quilos de cocaína no porto de Valência dentro de um contêiner procedente do Brasil, introduzidas com o sistema chamado de “gancho cego”.

O contêiner chegou ao porto em 17 de setembro, quando os agentes, durante uma inspeção de rotina, observaram sinais de violação, informou a Guarda Civil espanhola nesta sexta-feira (1º).

Levando em conta o local de origem da mercadoria declarada e as anomalias detectadas, foi decidido estabelecer uma vigilância discreta, dada a suspeita de que o contêiner poderia conter algum tipo de substância ilícita e que foi removida por alguém relacionado com as atividades do porto.

Após vários dias de vigilância sem resultado, o contêiner foi finalmente inspecionado. As autoridades encontraram 15 sacolas esportivas com as drogas entre o resto da mercadoria.

O sistema de “gancho cego” consiste na introdução de mercadorias ilícitas em contêineres de carga legais sem o conhecimento do exportador ou do importador. Trata-se de alterar o selo do contêiner para que as pessoas com acesso às instalações portuárias que tenham sido contatadas anteriormente façam a remoção das drogas, de modo que o contêiner continue o seu percurso programado.