Envie um “OI” para o nosso whatsApp 9 6965-8033, você receberá notícias em celular gratuitamente.


O Itapevi Realidade teve acesso, com exclusividade, ao Boletim de Ocorrência registrado pelos Guardas municipais que participaram da ação que acabou com um morador do bairro Jardim Cruzeiro baleado, o fato aconteceu nesta terça-feira (10) e foi registrado em vídeo por moradores que presenciaram a ação.

A vitima, G. A. dos Santos, tem 23 anos, é casado e reside no Jardim Cruzeiro, as últimas informações conseguidas pelo Itapevi Realidade sobre o seu estado de saúde eram de que ele estava fora de perigo e se recuperando bem.

De acordo com o documento, os guardas estavam fazendo um patrulhamento em amador Bueno em razão de um roubo em um comércio na região, ao entrarem na rua José Alves, os guardas se depararam com uma moto que vinha em sentido contrário sendo empinada pelo condutor, a moto colidiu de frente com a viatura e um veículo que estava estacionado, o jovem que conduzia a moto não teria chegado a cair.


Leia Também:

[Vídeo] – Carro da prefeitura de Cotia capota e deixa 6 feridos em Itapevi

Prefeitura se manifesta sobre ação da GCM em que jovem saiu baleado no Jardim Cruzeiro


No boletim consta que neste momento, o guarda que estava no banco do passageiro da viatura desembarcou e o jovem que já estava na moto acelerou, na tentativa de desviar pelo corredor que se formou, de acordo com o guarda, o jovem levou a mão esquerda na cintura, como se fosse sacar uma arma, neste momento, por se sentir ameaçado, o policial efetuou um disparo com sua arma, o tiro atingiu o ombro esquerdo do jovem.

Após o fato, o condutor permaneceu sobre a moto e foi imobilizado pelo guarda, que ao revistá-lo, percebeu que, apesar de o jovem ter feito menção de sacar uma arma, na verdade ele não estava portando nada.

Segundo a polícia, G. A. dos Santos estava com a habilitação vencida e a moto que dirigia também estava com a documentação desatualizada, o rapaz foi socorrido por uma viatura da GCM e transferido para uma Ambulância no meio do percurso, a moto foi apreendida e encaminhada para o pátio de veículos.

Afastamento e Investigação

A prefeitura de Itapevi informou, na tarde desta quarta-feira (11) que o inspetor envolvido será submetido a avaliação psicológica; além disso, o agente foi afastado do patrulhamento preventivo, tendo sua atuação restrita a funções administrativas internas até a conclusão do processo.

A GCM tem um prazo de 30 dias, contados a partir de terça (10), para apurar o incidentes e determinar as providências cabíveis.