Foto: Reprodução

Uma criança de oito anos de idade morreu após passar mais de 17 horas presa em um buraco de cerca de seis metros de profundidade, na cidade mineira de Carmo do Paranaíba, a cerca de 260 quilômetros de Uberlândia (MG).

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o menino Pedro Augusto Ferreira Alves chegou a ser socorrido com vida e recebeu os primeiros socorros no próprio local do resgate, mas não resistiu e faleceu pouco após chegar à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local.

“No momento em que retiramos o garoto, havia um rebaixamento do nível de consciência e parada cardiorrespiratória. Estávamos com uma equipe médica de prontidão, uma ambulância, que o levou para estabilização inicial na UPA. Infelizmente, ele veio a óbito”, informou o comandante da operação de salvamento, o tenente-coronel Thiago Lacerda Duarte.

Segundo informações preliminares, Pedro Augusto brincava com outras crianças quando, na tarde deste domingo, caiu no buraco de uma obra em um antigo aterro próximo a sua casa. Ainda ontem, os bombeiros tentaram içá-lo, mas sem sucesso, pois havia risco de um deslizamento de terra soterrá-lo. Os bombeiros não informaram se o local estava sinalizado e cercado.

Edição: Maria Claudia

Reprodução Agência Brasil

Veja mais:

+Coração de Dom Pedro I chega ao Brasil nesta 2ª feira

+Itapevi inicia vacinação contra Covid-19 em crianças de 3 e 4 anos com comorbidades ou deficiências

+Gilberto Barros é condenado à prisão por falas homofóbicas