Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente


A jovem que teve o couro cabeludo e parte da pele arrancados num acidente de kart apresentou novos microtrombos, que são pequenas obstruções nas veias, na área da cirurgia de reimplante. Isso aumentou a possibilidade de perda do que foi reimplantado. Outros procedimentos são analisados pelos médicos, segundo o boletim do Hospital da Restauração (HR) nesta sexta-feira (16).

A jovem foi socorrida pelo namorado, o microempresário Eduardo Tumajan, para o HR. Eduardo disse que pegou “o rosto dela na mão”, botou em uma sacola e correu para levá-la ao hospital. O reimplante foi feito no atendimento de emergência. Após o reimplante, Débora passou por outra cirurgia para a retirada de trombos e, desde então, está internada na UTI.

A notícia sobre os microtrombos e a possibilidade um novo procedimento cirúrgico foi informada aos dois na quinta-feira (15). Segundo Eduardo, Débora está otimista e, como sonha ser médica, diz que o acidente fortaleceu ainda mais o desejo.

No boletim médico desta sexta, a equipe médica explicou que pode realizar enxertos no couro cabeludo da jovem com peles de outras regiões do corpo da paciente, como tinha sido dito a Eduardo. Qualquer intervenção deve ser feita de maneira planejada, apontaram os médicos.

O namorado de Débora informou que pretende levá-la para tratamento nos Estados Unidos. O hospital informou que soube da intenção da família de transferi-la e apontou que, caso isso ocorra, a paciente contará com o apoio da equipe médica do HR.