Foto: Reprodução

Clique Aqui e envie um “OI” pelo WhatsApp para receber mais notícias de Itapevi e do Brasil em seu celular gratuitamente.


Inúmeros moradores de Itapevi e equipes de emissoras de televisão estão concentrados em frente a delegacia de polícia da cidade, eles aguardam a chegada do homem acusado de ter matado o adolescente Yuri, de 13 anos.

O local foi isolado pela Guarda municipal que está no local desde o início da tarde desta terça-feira (23), além das pessoas que estão no loca, helicópteros estão sobrevoando o local, o acusado de 29 anos foi preso na noite desta segunda-feira (22) após se entregar na delegacia de polícia da cidade de Registro, no interior paulista.


Leia também:

“Ele mandou um áudio dizendo eu matei”, diz mãe de suspeito de matar Yuri

Familiar de Yuri relata que já ajudou homem enquanto estava procurando emprego


Moradores gritam por justiça no local, o caso Yuri ganhou repercussão nacional após ser divulgado nos programas policiais Cidade Alerta da Record TV e Brasil Urgente da Band.

Entenda o caso Yuri

Segundo relatos de familiares, Yuri teria desaparecido na última terça-feira depois de sair para empinar pipa com amigos, ele teria sido visto pela última vez na estação Itapevi da CPTM.

O corpo do adolescente foi encontrado apenas seis dias depois na Estrada das Pitas, entre as cidades de Itapevi e Jandira, em uma região de difícil acesso, um tio do garoto foi quem reconheceu o corpo no local onde foi encontrado pela polícia.

 

O adolescente