COMPARTILHAR
Polícia analisa imagem de câmera próxima à casa do vereador Denis Lucas
Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga execução como a principal hipótese para explicar a morte do vereador Denis Lucas (Republicanos), baleado na cabeça quando chegava em casa, na noite de quarta-feira (17), em Itapevi. Ele tinha 47 anos.

+Quem era Denis Lucas, vereador de Itapevi morto ao chegar em casa

Ainda de acordo com policiais ouvidos pela reportagem, será investigado se o crime teve motivação política já que a vítima era atuante na Câmara Municipal de vereadores da cidade. A possibilidade de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, foi descartada já que nenhum objeto foi levado da vítima. O celular da vítima estava dentro do carro quando a polícia chegou ao local.

+Denis Lucas, vereador de Itapevi é morto a tiros na porta de casa

A polícia apura se o assassinato de Denis ocorreu em razão de algum conflito político. Ele estava no seu segundo mandato como vereador em Itapevi e também era membro de duas importantes comissões permanentes da Câmara Municipal da cidade: a de Finanças e Orçamento e a de Fiscalização e Controle sobre projetos de leis relacionados ao município. E também era vice-presidente da Comissão Temporária de Segurança Pública e Cultura de Paz na Câmara.

Denis Lucas havia ido a Brasília recentemente para tratar de assuntos políticos relacionados a Itapevi. Informação foi postada nas redes sociais do vereador — Foto: Reprodução/Facebook
Denis Lucas havia ido a Brasília recentemente para tratar de assuntos políticos relacionados a Itapevi. Informação foi postada nas redes sociais do vereador — Foto: Reprodução/Facebook

Delegacia de Itapevi é responsável por apurar as causas do assassinato de Denis e tenta saber quem o matou. Até a última atualização desta reportagem nenhum suspeito pelo homicídio do vereador havia sido identificado ou preso.

O boletim de ocorrência do caso foi registrado como ‘homicídio simples’. O crime foi cometido por volta das 22h30 no Centro de Itapevi. De acordo com as equipes de investigação, o político foi assassinado com dois tiros logo depois de estacionar o carro na garagem. Ele voltava sozinho de um culto religioso.

Depois, ele foi fechar o portão e acabou baleado. Um familiar da vítima escutou dois tiros. Uma ambulância foi acionada, mas Denis já havia morrido no local.

Quem matou o vereado fugiu após o crime. A polícia investiga se mais uma pessoa, além do atirador, participou do crime.

Como os policiais não encontraram nenhuma testemunha que tenha visto o criminoso, eles saíram às ruas para tentar localizar câmeras de segurança que possam ter gravado o assassinato.

Peritos da Polícia Técnico-Científica foram ao local para tentar colher impressões digitais que possam ajudar a identificar possíveis suspeitos do crime. Também foi apreendida uma bíblia no local.

velório de Denis acontecerá nesta quinta-feira (18), a partir das 12h, na Câmara Municipal de Itapevi.

Denis Lucas era casado e deixa a esposa e uma filha. Antes de ser eleito para o segundo mandato como vereador de Itapevi, ele atuou por cinco anos como conselheiro tutelar do município.

Repercussão

Em nota, o presidente do Republicanos, Sergio Fontellas, lamentou a morte do vereador na sua rede social.

“Recebemos há pouco a triste notícia do falecimento do nosso vereador Denis Lucas, da cidade de Itapevi. Em nome do Republicanos São Paulo, expresso os meus sentimentos para todos os familiares e amigos do Denis, que vinha desempenhando um importante papel na política do município. Que Deus possa confortar aqueles que sentem a sua perda neste momento”, escreveu Sergio no seu Instagram.

 

Republicanos, partido do vereador Denis Lucas, lamentou o assassinato do político — Foto: Reprodução/Instagram
Republicanos, partido do vereador Denis Lucas, lamentou o assassinato do político — Foto: Reprodução/Instagram

O prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), também se manifestou pela internet para comentar a morte de Denis.

Na postagem, ele afirma que o vereador foi vítima de um possível latrocínio – roubou seguido de morte. A polícia, entretanto, investiga a morte como assassinato.

“Recebi a triste notícia que o vereador e amigo Denis Lucas foi vítima de possível latrocínio e, infelizmente, veio a óbito. Um cara do bem, que lutava pela defesa dos valores cristãos e da família, membro da Igreja Universal do Reino de Deus, e que também fazia um grande trabalho social e de evangelização.”

Fonte g1