O Itapevi Realidade compareceu a coletiva de imprensa convocada pela prefeitura de Itapevi nesta quinta (08/05/2014) e conversou com a vereadora Camila Godói sobre a discussão ocorrida entre ela e o vereador Toni no plenário da Câmara Municipal dos Vereadores durante uma sessão. Após a conversa com a vereadora, a redação do Itapevi Realidade entrou em contato com a assessoria do vereador Toni a fim de oferecer á ele igual espaço para comentar o assunto, de modo a divulgarmos o comentário de ambos colocando o seu ponto de vista sobre o ocorrido, porém, o vereador Toni preferiu exercer o seu direito a não comentar o assunto.

 

Leia também:

Barraco: Vereador Toni discute com Vereadora Camila durante sessão

+ Protesto: Casa da vereadora Inácia foi invadida nesta Sexta-feira (16)

Cara a Cara: Prefeitura de Itapevi discute apagões com AES Eletropaulo

 

FightDe acordo com a vereadora Camila Godói, ela participou de uma ação no bairro Jd. Bela Vista no último domingo (27/04/2014) e recebeu de vários moradores do bairro o pedido de apoio na construção de uma Unidade Básica de Saúde no local.  A vereadora estava acompanhada de um Deputado Estadual, ao ouvir os moradores, ele se prontificou a disponibilizar recursos financeiros para a construção da unidade através de uma emenda parlamentar, caso a prefeitura não tivesse dinheiro já destinado a construção.

 

“Como eu não sabia se a prefeitura tinha um projeto e dinheiro para construir a UBS no bairro, elaborei um requerimento solicitando á prefeitura e a secretaria de planejamento para que me informassem se havia o projeto e recursos para a construção. A minha intenção com o requerimento era ter respostas da prefeitura e da secretaria para confirmar ao deputado se nós iríamos precisar ou não da emenda oferecida por ele, afinal, o deputado estava disposto a enviar dinheiro para ajudar a cidade. Acredito que o meu colega Toni não entendeu desta forma pelo fato de ele ter feito o mesmo requerimento no ano passado. Eu fiquei um pouco chateada com o ocorrido, porém, não voltei atrás, este é o meu trabalho e continuarei fazendo ele da melhor forma que eu puder.” disse Camila Godói ao jornalista Bruno César.

 

A vereadora também afirmou que, embora o vereador Toni estivesse afirmando que já estava tudo acertado, inclusive para o início das obras da UBS nos próximos meses,  e que a “Onça já estava morta” (expressão utilizada por Toni), o vereador se equivocou, pois não há previsão de início das obras e muito menos recursos confirmados para a construção da UBS.

 

Nos berros dados pelo vereador Toni durante a sessão, como pode-se confirmar na gravação (Clique aqui para assistir), ficou no ar um tom de que no ponto de vista do vereador, cada legislador deve atender as necessidades do um ou alguns bairros onde este recebeu mais votos, e como ele já havia feito um requerimento relacionado a construção da UBS no Jd. Bela Vista, não deveria-se fazer mais nenhum requerimento para o assunto, do contrário, seria uma “invasão de território”.

 

O Itapevi Realidade entende que todos os 217 mil moradores da cidade possuem 17 representantes na Câmara Municipal, e está sob os ombros de cada um deles a responsabilidade de trabalhar em prol de todos os bairros da cidade, independentemente de quão expressiva tenha sido a quantidade de votos para um dos vereadores em cada bairro. Levar o título de Vereador municipal de Itapevi significar legislar para o Município de Itapevi, do contrário, se a legislatura fosse apenas em pról do bairro que o elegeu, o título correto seria Vereador do Bairro XYZ.

É importante que os vereadores não apenas tenham conhecimento disso, mas que também atuem demonstrando este conhecimento, pois a má interpretação ou ignorância de uma pessoa  pública da cidade , tem impacto negativo e direto no desenvolvimento dela. E por esta razão incentivamos os nossos leitores a sempre que houver algum problema em seu bairro, que compareça a Câmara Municipal e peça intervenção do vereador que preferir, mesmo que não tenha votado nele.

Itapevi é a única cidade do estado de São Paulo na lista das 10 cidades com maior crescimento econômico do país, já não nos é permitido aceitar legisladores com posturas comuns no século passado. Aos que assim forem, que atualizem-se, que invistam em seu desenvolvimento, que leiam mais e pratiquem a cultura de se autoavaliar constantemente, pois do contrário, no lugar de ajudar a cidade a seguir em frente, estará ajudando a darmos passos largos para o passado que estamos tentando esquecer.